Outra face

Ontem estive em contato constante com outra parte de mim que na maioria das vezes eu repudio, mas desabrochou, não deu para evitar. É o lado mercenário, capitalista e consumista foi só receber uns dinheirinhos que o sem vergonha aparece. E nem foi muito dinheiro e parte já seguiu destino para contas do mês e gasolina, até o fim de semana o restante some.

Nem sou super consumista e sai comprando nada, mas só a paz e felicidade que receber o dinheiro me deu, já foi um ato de extremo apego. Desse mal, gostar de dinheiro, eu sofro e ainda não é reciproco, espero que um dia seja. Sonho com independência financeira, está entre o “top coisas que não gosto de fazer” pedir dinheiro para meu pai, até por que ganhar o próprio dinheiro é bem mais saboroso e me deixa muito mais a vontade para gastar, o que nem sempre é bom.

Até hoje, só tive uma unica oportunidade de trabalhar de carteira assinada, época de greve na faculdade, entrei em um call center e só isso já é uma história a parte. Nesse período bati recordes de gastar dinheiro no menor tempo possível e criei um super hábito de comprar na internet. Foi legal, os resquícios dessa fase estão pelo quarto, matei vários desejos antigos: de marshmallows e creme de avelã a saco de pancadas e corridas em outras cidades.

Quando era mais novinha, principalmente antes de estudar no colégio militar, adorava vários penduricalhos, bijuterias e muito perfume. No colégio haviam muitos limites quanto a isso, os esmaltes eram agrande tentação proibida, assim como brincos e cordões. Com o tempo fui deixando de ser sedentária e abandonando as bijuterias que são proibidas em treinos de mais contato e acaba dando trabalho ficar tirando e colocando antes e depois de atividades.

Me considero meio consumista no modo de pensar, vire e mexe uma propaganda me desperta um interesse que nunca tive. Já comprei roupas que nunca usei, já comprei por impulso, mas são atitudes pouco frequentes, arrisco que até raríssimas. Minha fase de compradora foi justamente por vontades acumuladas durante vários anos e foi tudo dentro do planejado. Nada de cartão de credito ativado, o máximo que acontece é pedido de ajuda com IPVA e licenciamento, no primeiro ano com veículo me pegou de surpresa.

Ainda assim estou cansada de saber que dinheiro não é tudo, tem casos em que pode ocorrer exatamente o contrario e boas companhias e bom astral dinheiro não compra. Já fiz viagens incríveis com pouquíssimo dinheiro e me diverti muito em “programas de índio”, que é como chamo essas saídas criativas sem gastar muito. O mesmo serve para presentes, que escolher a coisa mais adequada, com cuidado ou até preparar algo por conta própria pode sair bem mais cauteloso e gentil que gastar muito dinheiro.

Anúncios

2 comentários em “Outra face

  1. Call Center não é uma historia a parte, são vaaaarias historias kkkkkk E adoro esses programas de indio me faz lembrar as viagens do movimento estudantil enquanto estava na faculdade kkk
    As vezes basta apenas oportunidades para vc se divertir e curtir muitas coisas, uma peça de teatro que vc arruma um vip, uma viagem com a galera numa vaquinha, colocar uma barraca nas costas.. Se vc souber aproveitar bem e com muito gosto tais oportunidades não vai lhe faltar histórias e aventuras. E sabendo que por vezes podem ser raras vc acaba valorizando mais do que aquela terceira vez na Disney haha

    Curtido por 1 pessoa

    1. Call center e programas de índio fazem parte de um bom currículo de quem viveu! Viajar com gente leve e agradável, com ou sem dinheiro, são oportunidades singulares, tanta coisa tem que acontecer para tudo sair nos conformes. Mas vale a pena demais! Além de tudo que se vive tem historias para contar para o resto da vida!

      Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s