Empreendedor não dorme!

– Empreendedor não dorme! E foi essa frase que marcou o meu “bem-vindo” no primeiro negocio que inventei de entrar. Não foi inovador propriamente dito e nem tão meu assim, mas me fez sair da zona de conforto e me permitiu aprender, ouvir, discordar e buscar mais.

Quem nunca foi convidado para aquele evento importante que o tema não pode ser adiantado e não será revelado, tem que confirmar presença que os ingressos estão acabando mas a sua vaga será garantida, porque e somente porque, você é muito especial.

Até hoje não concordo com essa forma de prospecção, mas foi assim que entrei no marketing multinível, touché. Fui ao banco, raspei tudo que tinha e entreguei em um sacolão de produto para desespero dos meus pais e familiares. Me arrependo? Não! Faria novamente? A principio não, mas antes de ter feito jamais imaginava que um dia faria então…

Quanto tempo durou? Bom, uso produtos até hoje, ainda compro e tenho amigos que me pedem bem esporadicamente, minha mãe ainda presenteia com a marca e, por incrível que pareça, terminei fidelizando alguns produtos que mantenho em um estoque pessoal. Sinto como uma vantagem hoje ter vinculo com uma marca de diversos produtos, pode ser uma vantagem quando eu de fato tiver renda para ser mais consumista, haha.

De forma atuante no sentido de absorver aprendizado fiquei por uns quatro meses frequentando reuniões e assistindo prospecções e métodos de fazer negócios. E bom, realmente vi temas e discussões atuais, inovadoras, relevantes, importantes e desenvolvi muito em termos de comunicação, negociação. Conhecimentos que tive que retomar no curso futuros engenheiros e com atividades que tenho me envolvido atualmente, que alias tem consumido todo meu tempo e um pouco mais.

Desde o inicio o que me atraiu foi a energia e a ligação entre a equipe, durante o tempo que me integrei ativamente trabalhávamos ideias de forma acelerada, sempre fui resistente com prospecção e todo aquele aparato fictício para fisgar interessados, nem por isso deixei de notar o quanto de conhecimento teórico e de informações importantes que eram trabalhadas durante toda a montagem de contexto.

Foi meu primeiro contato com gatilhos mentais, mecanismos de bate papo, já que não sou lá uma grande comunicadora, todo o conhecimento de marketing mais atual, venda de soluções, criação de necessidade e historias de pessoas que lutaram, resistiram e conseguiram resultado, foram resilientes, ultrapassaram barreiras.

Nessa oportunidade fiz amigos, conheci ideias, aprendi, discordei com frequência, experimentei e se eu disser que não valeu cada centavo e cada minuto é mentira deslavada. Tanto que o carinho pelas fotos, pelos produtos e pelos momentos ficou. Carrego ainda aquele resquício vendedora, não de maquiagem, porque nesse setor ainda não tenho habilidade, mas os produtos com os quais tive maior contato e que sou cliente se der bobeira, sem querer me pego naquela propaganda de leve, só para não perder o hábito.

Meus pais até hoje me questionam sobre como uma pessoa fria e racional foi parar em uma historia dessa, mas destino ou acaso, foi uma ligação certa, no exato momento que eu estava suficientemente vulnerável para aceitar e que me levou a um ambiente extremamente caloroso e amigável que me fez sentir acolhida e impelida a ficar, aprender e tentar me adaptar àquela proposta.

Deixei de persistir aquele objetivo direto pela necessidade de dedicar a faculdade e por ter viajado com a família, senão provavelmente essa trajetória em meu currículo seria  um pouco maior. Mas algumas questões logísticas mudaram, meu foco ficou dividido e do mesmo jeito de surgiu o vinculo praticamente se desfez. Mas surpreendentemente, marcou positivamente e provavelmente e algo que me leva a fazer escolhas que me embalam nos últimos meses.

E o porquê de ter lembrado disso hoje e ter compartilhado aqui? Bem, lembrei que como sou mercenária e apegada, pouco dinheiro circula na minha vida, esperança total que isso mude em algum momento, foi uma decisão profundamente difícil pegar aquela poupança que demorou a atingir tais valores (pouco mais de 2 mil, minha pequena fortuna) e entregar em troca de produtos que eu ou não via necessidade ou nem conhecia.

Marquei um encontro, marquei outro e lá se foi toda a economia. Mais uns 100 aqui e ali de kit sei lá o que e blá blá blá. E com aquele monte de produto espalhado no quarto, aquele monte de discurso percorrendo a minha mente, perdi o sono. E quando cheguei com olheiras, coração acelerado, desesperada sem saber como agir, aprender, com quem falar, pra quem vender, a resposta: – Agora você entendeu o negocio, e é isso que acontece quando se entende o tamanho de tudo isso, empreendedor não dorme!

Resultado de imagem para empreendedor

Anúncios

2 comentários em “Empreendedor não dorme!

Deixe uma resposta para nicarthimportados Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s